domingo, 31 de outubro de 2010

Fora de mim - Martha Medeiros

Poucos têm a sorte de um amor tranquilo, que chegue ao fim sem dores, rancores e questões mal resolvidas. É difícil dizer adeus à pessoa amada sem despertar amargura, raiva e mágoa. O que muda é a intensidade e a forma como cada um lida com a nova condição: solteiro. Em Fora de mim, novo livro da escritora gaúcha Martha Medeiros, a personagem principal não tem nome e nem rosto. Tem uma história, que como um diário, narra os pensamentos diante de cada fase de uma difícil separação. O texto é como uma carta para o amado, para que ele possa entender como ela se sentiu diante de cada palavra, cada gesto, cada briga e como aquilo a sufocava de uma forma que não dava mais para suportar.

Trecho do livro:

“Uma sorte eu ser dessa época, o século dos individualistas, ninguém mais se atém ao rosto dos outros, quem saberia dizer a cor dos olhos do seu melhor amigo? Um exército numeroso de invisíveis, e eu me valho dessa invisibilidade para sair de casa como se eu fosse uma mulher em total domínio dos meus atos e sentimentos, uma criatura confiável que não vai estacionar na vaga para os paraplégicos nem esquecer de trancara porta do carro e que vai até sorrir de volta para a conhecida que lhe deu um cumprimento quando se cruzaram no corredor dos enlatados"

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou recadinho.