domingo, 31 de outubro de 2010

Fora de mim - Martha Medeiros

Poucos têm a sorte de um amor tranquilo, que chegue ao fim sem dores, rancores e questões mal resolvidas. É difícil dizer adeus à pessoa amada sem despertar amargura, raiva e mágoa. O que muda é a intensidade e a forma como cada um lida com a nova condição: solteiro. Em Fora de mim, novo livro da escritora gaúcha Martha Medeiros, a personagem principal não tem nome e nem rosto. Tem uma história, que como um diário, narra os pensamentos diante de cada fase de uma difícil separação. O texto é como uma carta para o amado, para que ele possa entender como ela se sentiu diante de cada palavra, cada gesto, cada briga e como aquilo a sufocava de uma forma que não dava mais para suportar.

Trecho do livro:

“Uma sorte eu ser dessa época, o século dos individualistas, ninguém mais se atém ao rosto dos outros, quem saberia dizer a cor dos olhos do seu melhor amigo? Um exército numeroso de invisíveis, e eu me valho dessa invisibilidade para sair de casa como se eu fosse uma mulher em total domínio dos meus atos e sentimentos, uma criatura confiável que não vai estacionar na vaga para os paraplégicos nem esquecer de trancara porta do carro e que vai até sorrir de volta para a conhecida que lhe deu um cumprimento quando se cruzaram no corredor dos enlatados"

Fonte: Correio Braziliense

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Mulheres que amaram demais

O amor é um conceito intrigante. Existem diversas formas de amar, diferentes objetos de amor, formas díspares de viver e sentir este sentimento universal.. São mulheres que, durante o século XX, algumas delas muito à frente do seu tempo, amaram sem limites, nem preconceitos, desafiando convenções e modelos estabelecidos, entregando-se de corpo e alma à sua paixão. Depois do enorme sucesso de As Nove Magníficas, Helena Sacadura Cabral apresenta-nos Mulheres que Amaram Demais. Marie Curie amou a ciência acima de tudo, Gabrielle Chanel, a moda, Marguerite Yourcenar, a sua literatura, a extravagante Gala Dalí entregou-se à arte, Jacqueline Kennedy Onassis viveu sempre perto de homens de poder, a misteriosa Wallis Simpson deixou-se fascinar pelo status e pela riqueza, Golda Meïr amou a terra, o povo e um projeto político, a atriz Marlene Dietrich amou homens, mulheres e a sétima arte, já Madre Teresa de Calcutá entregou-se a Deus e ao outro, sem limites. É a história destas extraordinárias mulheres, o modo como se entregaram ao amor físico, carnal, erótico e sensual, como viveram ao lado de homens e mulheres, companheiros que nunca lhes fizeram sombra, mas que serviram os seus propósitos, a forma como perseguiram os seus objetivos profissionais e de vida
Lançamento: 27/10/2010

Fonte: Diário digital

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Voo para a escuridão

Em Voo para a Escuridão, o jornalista e escritor baiano Marcelo Simões conta o drama vivido pelo comissário de bordo, colombiano Jak Harb, preso por 400 dias no presídio de Itaí, no interior de São Paulo, presídio esse exclusivo para estrangeiros.
Um cidadão rico, herdeiro de uma fortuna invejável, surpreendeu a todos quando de sua prisão (supostamente por tráfico de drogas), uma vez que o mesmo não precisava traficar, ou mesmo trabalhar para ganhar a vida e essa foi numa das prerrogativas da defesa para sua libertação.
A obra retrata a realidade da (in)justiça brasileira, de uma forma muito interessante e verdadeira.
Vale muito a leitura deste título!!!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Bienal do Livro 2011

A Bienal do Livro é um evento considerado uma das maiores exposições do gênero literário e editorial de todo mundo.
O principal objetivo da Bienal do Livro é além de reunir os principais nomes de editoras, livrarias e todos os profissionais relacionados com o meio cultural, é de estimular a leitura entre todos os brasileiros, principalmente jovens e adolescentes.
Como todos sabem, só aprendemos a escrever e falar corretamente com o hábito de ler e infelizmente a maioria não tem o hábito de leitura e por esta razão tantas pessoas ainda falam e escrevem tão mal.
A primeira Bienal do Livro teve início em 1970, mas o seu projeto veio da década de 50. A idéia inicial era a de realizar aqui no Brasil as tradicionais feiras de livros assim como nos grandes países europeus.
O evento evoluiu até que, em 1970 se transformou no Bienal Internacional do Livro.
A última edição contou com a presença de mais de 800 mil pessoas, um recorde de público que a credencia como uma das grandes exposições de livros do mundo.
Normalmente em cada Bienal cerca de 2000 livros são lançados e mais de um milhão são expostos por mais de 300 editoras e expositores.
A próxima Bienal será do dia 01 a 10 de setembro de 2011 no Riocentro.
Editoras de todos os segmentos investirão no evento com ações variadas que vão desde lançamentos e tardes de autógrafos a promoções, sorteios e preços especiais.
Além de manter os visitantes em contato com os livros e autores estimulará o hábito da leitura.
Serão dez dias especialmente reservados para que os estudantes conheçam a feira e tenham a oportunidade de se aproximar do mundo dos livros, estimulando sua imaginação.
Será uma maravilhosa a oportunidade de se aproximarem de seus autores favoritos, além de conhecerem muitos outros.

Fonte: Sempre Tops

sábado, 16 de outubro de 2010

Dica de leitura



Autor: Colum McCann
Título Ori­gi­nal: Let the Great World Spin
Edi­tora: Civi­li­za­ção
Pági­nas: 432
ISBN: 9789722631617
Tra­du­ção: Helena Lopes
Ano: 2009
Sinopse
Numa madru­gada do final do Verão, os habi­tan­tes de Manhat­tan obser­vam incré­du­los e em silên­cio as Tor­res Gémeas. Esta­mos em Agosto de 1974 e um mis­te­ri­oso funâm­bulo corre, dança e salta entre as tor­res, sus­penso a qua­tro­cen­tos metros do chão. Em baixo, nas ruas da cidade, vidas banais tornam-​se extra­or­di­ná­rias atra­vés deste retrato impres­si­o­nante e com­plexo de uma cidade e dos seus habitantes.

Opinião
Esse livro mostra acima de tudo como perseverar, não desacreditar dos objetivos, um romance sensacional!!!

Palavras do autor:
“A lite­ra­tura faz-​nos lem­brar que a vida não está  toda escrita: exis­tem ainda mui­tas his­tó­rias para serem con­ta­das.”

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Acreditar! Sempre acreditar!

 
Não importa o que você é.
O importante é o que você quer ser...
Não importa onde você está.
Importa é para onde você quer ir...
Não importa o porquê.
O importante é o querer...
Não importam suas mágoas.
O importante mesmo são suas alegrias...
Não importa o que você já passou.
O passado? Guarde na sua lembrança...
Nunca pense em julgar...
Não veja. Apenas olhe...
Não escute. Apenas ouça...
Não toque. Sinta...
Acredite naquilo que quiser...
Não adianta sonhar se você não lutar...
O mundo é um espelho.
Não seja apenas um reflexo...
Só acreditando num futuro você conseguirá
a paz para alcançar seus sonhos...
Afinal, o que importa?
Importa você...
Acredite em você!

Fonte: Recanto das Letras

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Anjos

Há momentos em que a solidão aperta
E a tristeza quer se instalar
Então clamamos o socorro do Deus vivo
Ele nos manda anjos pra nos animar
Não têm asas e não podem voar
Mas em seu coração trazem o dom de amar
Preciso da sua amizade
Da sinceridade do teu carinho
Eu sei, pode não parecer com meu jeito de ser
Mas você é muito especial
É tão bom ter alguém pra te ouvir
É tão bom ter alguém que se interesse
Saiba te entender
É tão bom me sentir a vontade pra dizer a verdade
Ser aceito como eu sou

Agir e acreditar

Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, onde era seu destino.
Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro.
O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho.
O viajante olhou detidamente e percebeu o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou que eram mesmo duas palavras.
Num dos remos estava entalhada a palavra acreditar e no outro, agir.
Não podendo conter a curiosidade, perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos.
O barqueiro pegou o remo, no qual estava escrito acreditar, e remou com toda força.
O barco, então, começou a dar voltas, sem sair do lugar em que estava.
Em seguida, pegou o remo em que estava escrito agir e remou com todo vigor.
Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.
Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, movimentou-os ao mesmo tempo e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem.
Então, o barqueiro disse ao viajante:
Este barco pode ser chamado de autoconfiança. E a margem é a meta que desejamos atingir.
Para que o barco da autoconfiança navegue seguro e alcance a meta pretendida, é preciso que utilizemos os dois remos, ao mesmo tempo, e com a mesma intensidade: agir e acreditar.
Não basta apenas acreditar, senão o barco ficará rodando em círculos. É preciso também agir, para movimentá-lo na direção que nos levará a alcançar a nossa meta.
Agir e acreditar. Impulsionar os remos com força e com vontade, superando as ondas e os vendavais e não esquecer que, por vezes, é preciso remar contra a maré.

Fonte: Momento Espírita

sábado, 9 de outubro de 2010

Só por um instante...


...tente parar e buscar dentro de você respostas que inevitavelmente você busca aqui fora;
...tente entender o que fala o seu coração;
...tente ser melhor do que tens sido;
...tente compreender o motivo do outro;
...tente ser aquilo que você realmente é;
...tente amar sem medo;
Pois...   A resposta que busca está dentro de você, está sendo dita através do coração, esse é o seu melhor, essa é a resposta para a compreensão, as vezes deixamos de aceitar situações que nos são impostas por medos  do que os outros vão pensar, ou vão dizer e o quanto a sociedade irá nos condenar, e nos esquecemos de sermos nos mesmos, esquecemos  de cumprir  nossa missão de sermos felizes;
Então hoje apenas por um instante, faça o que tiver vontade, fale o que quiser falar, abrace alguém  que não foi muito legal contigo, faça  uma  “loucura” por quem você ama, faça por você o que vem protelando em fazer, ame de verdade, com vontade, não importa como, mas ame;
E nesse momento você vai perceber que pode ser feliz, plenamente feliz mesmo que só por um instante.
 Espero q gostem!  Texto escrito em 10/10/2010

Empatia

Um ancião que estava para morrer procura um jovem e narra uma história de heroísmo:
Durante a guerra, ajudou um homem a fugir. Deu-lhe abrigo, alimento e proteção.
Quando já estavam chegando a um lugar seguro, este homem decidiu traí-lo e entregá-lo ao inimigo.
E como você escapou? – pergunta o jovem.
Não escapei; eu sou o outro, sou aquele que traiu – diz o velho. Mas, ao contar esta história como se fosse o herói, posso compreender tudo o que ele fez por mim.* 

*A sabedoria deste conto nos fala sobre a empatia, esta ação de nos colocar no lugar do outro, de procurar sentir o que o outro sente.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

IMAGINEI


No pensamento só vejo você
O seu sorriso, seu jeito de andar
O seu perfume ainda no ar me faz delirar

Apenas quero te dar meu amor
Não custa nada você se entregar
Você faz parte do meu destino
Sou seu lugar

Sempre te amei e irei te amar
Seja eterno enquanto durar
Há muito tempo que eu venho a dizer
Que eu amo você

Depois de você eu parei de sofrer
Pois sua presença conforta e dá paz
Nosso caminho já está traçado
O seu destino é ficar ao meu lado

Imaginei, os lábios pra sempre beijar
Me dá seu carinho
Estou tão sozinho
Me deixa te amar

Letra gentilmente cedida por um querido amigo

A Mulher de Peixes

Características:
De delicada sensibilidade , graciosa e quase etérica, sonhadora e profunda em suas reflexões, parece viver fora da realidade e que não lhe importa o mundo ao seu redor. Porém, pode se suceder que Peixes dê, também, no aspecto físico, um tipo distinto e oposto em sua expressão.
Júpiter e Netuno, ambos regentes ao seu modo, cada um deles aporta do pisciano suas qualidades e defeitos. Júpiter é benevolente, extrovertido, exuberante, justo e alegre. Netuno, oitava superior de Mercúrio, geralmente dá seus aspectos negativos, pois os positivos os recebem uma Alma muito superior; então, vamos achá -Ia muito sensual, fácil às tentações, indolente e pouco dada aos cuidados pessoais. Não se pode generalizar isso: ainda que de modo corrente essas duas tendências se equilibrem, pode só predominar em especial uma delas. A maturidade que pode alcançar é profunda, mas com grande sentido de sacrifício.
Seu lar é sua máxima satisfação; devota de seu marido, tratará de lhe dar todas as suas complacências. Susceptível como o Mar aos movimentos da Lua, pode cair em estados de forte depressão. Em seu lar, assim como em sua própria personalidade, mostrará "um dos dois peixes": ou o ordenado, sério, delicado e limpo, ou o outro, que é totalmente o inverso. Sendo um pouco débil, é necessitada de compreensão; e pode se sublimar com as manifestações da Arte.
Fortemente sensual, pode se voltar para um exclusivismo egoista; porém, em momentos difíceis, impera sua generosidade, com a qual envolve por completo a seu companheiro. Pode ser duro, mas não injusto; precisa ser aceito para não se sentir abandonado. Como não consegue aguentar a rudeza e o esquecimento, pode se casar mais de uma vez. Tem uma alma de músico, escritor, poeta e de todas facetas estéticas.
Beijo:
A mulher pisciana tem um beijo inteiramente devotado à pessoa amada. É um beijo-doação, em que ele procura proporcionar o máximo de sensações, de prazeres, de sabores e calores... Por isso mesmo,é um beijo delicioso, que nunca se repete, mas se supera a cada nova experiência.
Sonhos:
Você é bondoso, criativo e inteligente. Se tem um objetivo, é capaz de perseguí-lo com todas as forças até alcançá-lo. Não costuma guardar mágoas e perdoa com facilidade. Pode sonhar com dor e sofrimento porque tem um espírito muito humanitário, mas o amor não fica de lado. Os sonhos premonitórios também marcam presença, já que a sua mediunidade costuma ser muito acentuada.
Comportamento:
Último signo do Zodíaco, Peixes também é o último da série dos signos mutáveis, aquele que dispersa e distribui tudo o que todos os signos anteriores construíram e criaram no ciclo de manifestação. Assim como ele se dedica ao entendimento geral de tudo, porque sabe que tudo tem um fim, também sabe que está na fronteira de dois mundos. Um mundo que termina, outro que deve começar dentro em pouco. Nesse limiar, Peixes permanece, sentindo e pressentindo o que ainda virá, e o que já foi, tentando ensinar ao mundo a lição de todos somos partes de um mesmo organismo, que não há separação.
No mar de emoções instáveis como o oceano, governado por Peixes, está este signo que acompanha todos os que estão se despedindo de um ciclo, daí sua relação com os internatos, os que saíram do convívio humano, aspirando uma ordem ainda invisível. Os hospitais, onde muitos passam de um plano para outro, também é o lugar relacionado com peixes, assim como os portos, onde se vê ao longe a possibilidade de um mundo que se desconhece, mas que se pressente.
Peixes representa o conseqüente escapismo, a fuga do mundo, o devaneio e o ar vago, a modéstia e um certo ar de vítima do mundo que às vezes exibe. Com a enorme empatia que sente pelos desfavorecidos, Peixes quer a justiça, mas a divina, pois "seu reino não deste mundo" e ele entra pela porta dos fundos em todas as situações, mas acaba sempre dando seu recado, porque o céu fala por sua boca.
Assim é Peixes, que às vezes é saltimbanco na vida, sem saber muito bem como anda e para onde vai, sempre seguindo com fé sua intuição e sua sensibilidade artística, principalmente musical. Peixes vê com os olhos amplos, fixos no horizonte e pouco lhe interessam os detalhes. "Navegar é preciso" é um lema deste signo, lítico, incompreendido, sentimental ao extremo, capaz das maiores loucuras e das maiores provas de compaixão humana. Almeja o transcendente, como Sagitário ou Escorpião, mas à sua especial maneira – sem fazer alarde, sem querer convencer ninguém, mas com uma força de alma que é conhecido pela sua "reza forte", que cai como uma bênção nas almas aflitas.


 Fonte:  Márcia Mattos

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Um dia vc aprende

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto... plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"

Willian Shakespeare

livros

A quem interessar o site livros e afins disponibilizou mais de 2000 títulos para downlaod grátis, tem obras incríveis lá. Dá uma conferida    http://livroseafins.com/download-baixar-livros-gratis/ .  Bjos

Nobel de literatura 2010

Foto: AFP
Mario Vargas Llosa vence o Nobel de Literatura: autor fala em "reconhecimento da América Latina"
O escritor peruano Mario Vargas Llosa, 74 anos, é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2010, anunciou hoje a Academia Sueca. Llosa é autor de best-sellers como "Pantaleão e as Visitadoras", "A Festa do Bode" e "A Casa Verde", e foi o vencedor do Prêmio Cervantes, o mais importante da literatura em língua espanhola, em 1994. É o primeiro escritor latino-americano a ganhar o Nobel de Literatura desde o mexicano Octavio Paz, em 1990. Sua obra já foi traduzida em mais de 20 línguas. "Travessuras da Menina Má" é seu último trabalho, lançado em 2006, disponível no Brasil pela editora Alfaguara.

Fonte IG

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Construindo…

 

pequenique 035

Tenha coragem de amar

Amar significa muito mais que querer bem, muito mais que querer perto, muito mais que desejar estar junto, muito mais que se possa imaginar...
Amar é doação integral, é se doar sem pedir nada em troca, é querer simplesmente a felicidade do outro, e mais do que isso, é lutar pra q o outro encontre a tal felicidade plena, é muitas vezes esquecer q tb precisa ser amado.
Mas porque será que na prática é tão difícil amar?  O amor seria tão bom se fosse como na teoria, imagina o quão perfeito seria enxergar o erro como inocência,  o defeito como fraqueza,  o desamor como refúgio.
Ainda não desacreditei desse sentimento, faz parte da minha essência AMAR  acima de tudo, acreditar que td só funciona enquanto houver amor.
Fundamentalmente o amor não acontece nessa terra tão cheia de coisas ruins, ele vem de um mundo diferente desse em que vivemos, o q as pessoas julgam sentir aqui são sentimentos q trazem de outras vidas ou outros planos, mas somente resquícios chegam ao outro, só é possível viver um " grande amor" se nele estiver as duas metades q o formam ( a chamada alma gêmea), então seria essa a busca perfeita?  É realmente é preciso coragem para amar... Optei por terminar com essas tão sábias palavras de Martha Medeiros...
"Que corajosos somos nós, que apesar de um medo tão justificado, amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama, fingindo um pouco de resistência mas sabendo que para sempre é impossível recusá-lo."

                                                                    
                                            O 1º texto meu que posto aqui, espero q gostem!!!

Viva somente

Renda-se, como eu me rendi.
 Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
 Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento

Pensamentos

O homem procura um princípio em nome do qual possa desprezar o homem. Inventa outro mundo para poder caluniar e sujar este; de fato só capta o nada e faz desse nada um Deus, uma verdade, chamados a julgar e condenar esta existência.


Friedrich Nietzsche

Viva hj

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios.
 Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

                                          Charles Chaplin

Nosso ciclo

A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?
Charles Chaplin

Dedicação

Dedicação

Dedicação é a capacidade de se entregar à realização de um objetivo.
Não conheço ninguém que tenha progredido na carreira sem trabalhar pelo menos doze horas por dia nos primeiros anos.
Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes.
Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá de se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo.
Se quiser um casamento gratificante, terá de investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.
O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem.
Mas, para conseguir um resultado diferente da maioria, você tem de ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.
Não se compare à maioria, pois, infelizmente, ela não é modelo de sucesso.
Se você quiser atingir uma meta especial, terá de estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas.
Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão.
Terá de trabalhar, enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.
A realização de um sonho depende da dedicação.
Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica.
Mas toda mágica é ilusão.
A ilusão não tira ninguém do lugar onde está.
Ilusão é combustível de perdedores.

"Quem quer fazer alguma coisa encontra um meio.
Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa".

Roberto Shinyashiki